MEIOS

ECO lança jornal online Capital Verde

27 de Janeiro – No passado dia 27 de Janeiro de 2020, a cerimónia de opening bell (abertura do mercado na Euronext Lisbon) ficou marcada pelo nascimento de um novo título de comunicação social: o Capital Verde by ECO. Este jornal online é dedicado à Green Economy e à Sustainable Finance.

Para António Costa, publisher do ECO, “A Economia do futuro será Verde: inovação, conhecimento, financiamento. É neste contexto que surge o Capital Verde”.

O projeto editorial inclui um site (www.eco.sapo.pt/capital-verde), uma newsletter semanal e ainda uma programação de eventos/fóruns que terão lugar ao longo do ano.

Bárbara Silva, ex-jornalista do Dinheiro Vivo, é a coordenadora do Capital Verde sendo especializada nas áreas relacionadas com políticas públicas e estratégias empresariais, de energia, ambiente, combustíveis, descarbonização, transição energética e mobilidade elétrica.

O Capital Verde junta-se assim a outros títulos e marcas especializadas do ECO, como são os casos das revistas Advocatus e Pessoas, da ECONews e ao recente projeto ECO Seguros lançado em junho de 2019.

Artigo de Lúcia Pereira, Media Researcher, Cision

ERC Aprova Direcção liderada por António José Teixeira

28 de Janeiro – 20 dias após a indigitação de António José Teixeira para o cargo de diretor de informação da RTP e de Adília Godinho, Carlos Daniel, Hugo Gilberto e Joana Garcia para diretores-adjuntos de informação de televisão, esta equipa, que já havia recebido parecer favorável por parte do Conselho de Redação da RTP, recebe agora o parecer igualmente favorável por parte da ERC.

Em comunicado partilhado na sua página oficial, a ERC entende, também, “dar parecer favorável às destituições de Maria Flor Pedroso, do cargo de diretora de informação de televisão, e de António José Teixeira, Hugo Gilberto, Cândida Pinto e Helena Garrido, dos cargos de diretores-adjuntos de informação de televisão”.

Artigo de Susana Fernandes, Media Researcher, Cision

Pedro Ribeiro é o novo diretor de programas executivo da TVI

30 de Janeiro – O atual Diretor de Programas da Rádio Comercial integra a equipa de Nuno Santos, assumindo também a direção de programas executiva da TVI. Na sua conta oficial de Instagram, Pedro Ribeiro partilhou com os seus seguidores a sua satisfação, motivação e objetivos em relação a este novo projeto referindo que “Era impossível não aceitar este convite, nesta altura da minha vida e dada a dimensão apaixonante do desafio. Vamos com tudo: humildade, vontade de aprender, ambição de liderar. Obrigado ao Nuno pelo desafio, pela confiança da aposta. (…) Vou dar tudo. Continuo na Comercial, nas Manhãs e na direção. No fundo, o dia acaba de se tornar maior. Como os sonhos que trago comigo, de coisas por fazer, criar, inventar, aprender, para subir sempre a fasquia, com um objectivo que é o de sempre, neste ofício: liderar. Olá @tvioficial , vamos!”

Susana Fernandes, Media Researcher, Cision

COMUNICAÇÃO SOCIAL

ERC aceita o registo de sites considerados de desinformação e propaganda

28 de Janeiro – Alguns meses depois da Entidade Reguladora para a Comunicação Social ter considerado os sites Bombeiros 24 e Notícias Viriato como meios de desinformação e propaganda, a mesma entidade propôs a legalização e legitimação do site Bombeiros 24, registando-o, ainda que a título provisório, como de “informação geral”. Anteriormente o registo foi recusado por ser “um website já identificado publicamente como produtor e difusor de desinformação…”. O registo é provisório mas passará a definitivo caso o meio comprove que está a editar conteúdo durante 90 dias.

Algo semelhante se passou com o site Notícias Viriato, um meio conotado como de “propaganda” pela Medialab (ISCTE) mas que obteve, em novembro de 2019, o registo definitivo porque segundo a ERC, a condução do registo da publicação “cumpriu as exigências legais necessárias” constantes no Decreto Regulamentar n.º 8/99, de 09 de junho.Face a isto, o grupo parlamentar do BE requereu “a audição, com caráter de urgência, do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, para prestar esclarecimentos sobre o registo de sites de desinformação como órgãos de comunicação social fidedignos”, nomeadamente o site Notícias Viriato.

Artigo de Lúcia Pereira, Media Researcher, Cision

Cofina anuncia aumento de capital de 85 milhões de euros para compra da Media Capital

30 de Janeiro – Os accionistas do grupo de Media Cofina, detentores de títulos como Jornal de Negócios, Correio da Manhã, Sábado, CMTV e Record, reuniram-se em assembleia-geral na quarta-feira, dia 29 de janeiro, tendo conseguido aprovar o aumento de capital necessário para a concretização da compra do grupo Media Capital à Prisa.

Detentora de títulos como TVI, TVI24, TVI Reality, TVI Ficção, TVI Internacional, TVI África, bem como de um conjunto de rádios onde se destaca a Rádio Comercial, a Media Capital será vendida por 205 milhões de euros (“entreprise value”) sendo que 123,29 milhões são referentes à compra propriamente dita e o remanescente é relativo à dívida acumulada por este media.

O aumento de capital foi aprovado por 99,48% do capital representado, tendo 0,52% optado pela abstenção.

Artigo de Lúcia Pereira, Media Researcher, Cision

BASE DE DADOS CISIONPOINT – DATABASE

Total de Meios e Influenciadores18.807
Meios5.839
Influenciadores12.968
Meios monitorizados para Clipping e Análise2.423
Registos unívocos atualizados na semana1.134
Total de atualizações da semana4.605

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal, coordena o departamento responsável pela recolha de dados sobre Influenciadores (meios de comunicação social, autores - produtores de conteúdos editoriais - e influenciadores digitais). É, ainda, responsável pelo relatório anual do Panorama dos Media.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, aprender novos programas, funcionalidades, idiomas e trabalhar em novos projetos.
Dança, música, literatura e viagens são a forma favorita de passar o tempo livre.