COMUNICAÇÃO SOCIAL

Programa GNI Subscriptions da Google alargado à Europa

12 de fevereiro – A Google News Initiative anunciou que irá alargar a toda a Europa o programa GNI Subscriptions Labs com o intuito ajudar os publishers (editores de media) a aumentarem as suas receitas através da otimização dos modelos de subscrição (assinaturas digitais e receitas provenientes dos leitores).

Este modelo, desenvolvido em parceria com a FT Strategies e a International News Media Association (INMA), é semelhante ao já implementado, com sucesso, na América do Norte e América Latina. O programa terá a duração de nove meses e inclui consultoria presencial e online para ajudar “os publishers a entenderem, experimentarem e otimizarem os seus modelos de subscrição”.

Numa altura em que está a decorrer a segunda cimeira Google News Initiative Summit, em Amesterdão, a empresa afirma que irá aí debater tópicos importantes “como o papel do ‘machine learning’ nos processos de ‘publishing’ e as novas formas de aumentar as receitas com os leitores”.
Segundo aquela empresa tecnológica, “a indústria dos media continua a enfrentar grandes desafios à medida que muda a forma como as pessoas encontram e acedem à informação. Ao mesmo tempo, estamos a testemunhar resultados promissores de publishers que estão a desenvolver novos modelos de negócios e novas formas de trabalhar para apoiar o jornalismo de alta qualidade na era digital”.

A Google News Initiative adiantou ainda que atualmente trabalha com publishers europeus noutros produtos importantes como o “Subscrever com a Google”, ferramenta que permite aos leitores a assinatura de publicações e a facilidade de aceder às mesmas em qualquer local. O grupo Le Monde (França) e o Il Fatto Quotidiano(Itália) vão começar a utilizar este serviço já este mês.

Artigo de Lúcia Pereira, Media Researcher, Cision

MEIOS

A audiência dos Óscares sobe em Portugal, mas sofre mínimo histórico nos EUA

13 de fevereiro – Na madrugada de domingo para segunda, a Fox e Fox Movies asseguraram a transmissão, e direto, da cerimónia dos Óscares, em Portugal, conseguindo alcançar uma audiência média de 105.981 telespetadores, na soma dos dois canais. A Fox contou com comentários de Joana Cruz, Rodrigo Gomes e Paulo Pereira, enquanto a Fox Movies transmitiu a versão original, sem locução ou tradução.

Entre a 01h00 e as 4h30, 10,3% dos indivíduos que se encontravam a ver TV estavam ligados à Fox e 8,2%, à Fox Movies (valores médios de share).

INÍCIOFIMFOXFOX MOVIES
01H0001H5978.46947.585
02H0002H5971.63147.355
03H0003H5959.46649.861
04H0004H3034.49435.064
MÉDIA 61.01544.966

Número de telespetadores da emissão em direto da cerimónia dos Óscares, em Portugal

Quando comparados estes valores com os obtidos em 2018, verifica-se um aumento de 41,3% de espetadores dos Óscares, em 2019. Apesar de o número de telespetadores do canal Fox ter descido ligeiramente, a grande subida de telespetadores no Fox Movies foi suficiente para solidificar este crescimento.

Portugal encontra-se, assim, em contra-ciclo com as audiências dos Óscares nos EUA, que registaram o valor mais baixo de sempre, com 23,6 milhões de telespetadores. De qualquer modo, esta continua a ser a cerimónia do mundo das artes com maior audiência. Os Globos de Ouro e os Emmys também têm assistido a um decréscimo substancial das suas audiências.

Fonte: Wikipédia

De volta aos números nacionais, a emissão em diferido, editada e legendada, dos Óscares, emitida na Fox Movies, na noite de segunda para terça-feira, entre a 01h00 e as 02h30, reuniu ainda uma audiência média de 9.148 telespetadores.

Fonte de Dados de Audiência em Portugal: CAEM/GfK

Artigo de Ana Faustino, Research Team Leader, Cision

Fox Comedy Hub estreia, com curadoria de Salvador Martinha

Arrancou hoje o Fox Comedy Hub, o novo projeto de webséries resultante da parceria entre Salvador Martinha e o Fox Comedy, canal de humor do Fox Networks Group.

Este projeto, que surge na sequência do lançamento do canal de YouTube do Fox Comedy, tem a sua estreia com o lançamento de “EGO”, uma websérie protagonizada pelos Roda Bota Fora, com um total de 7 episódios, lançados semanalmente, às terças-feiras pelas 19h.

Até ao final de 2020, está prevista a estreia de mais três webséries que visam reforçar a aposta na produção de conteúdos originais de comédia para a plataforma digital do Fox Comedy. Para Abril, está marcada a estreia da terceira temporada de “Sou Menino Para Ir”, de Salvador Martinha, seguindo-se, em Setembro, depois do “Verão, Temos de Falar”, com Joana Marques e Daniel Leitão, e, em Novembro, “72”, com Carlos Coutinho Vilhena, Pedro Durão e Rui Mirama.

O Fox Comedy Hub conta com a curadoria de Salvador Martinha e com a produção executiva da WSA.

Artigo de Susana Fernandes, Media Researcher, Cision

BASE DE DADOS CISIONPOINT – DATABASE

Total de Meios e Influenciadores 18.738
Meios 5.826
Influenciadores 12.912
Meios monitorizados para Clipping e Análise 2.428
Registos unívocos atualizados na semana 1.251
Total de atualizações da semana 4.449

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal, coordena o departamento responsável pela recolha de dados sobre Influenciadores (meios de comunicação social, autores - produtores de conteúdos editoriais - e influenciadores digitais). É, ainda, responsável pelo relatório anual do Panorama dos Media.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, aprender novos programas, funcionalidades, idiomas e trabalhar em novos projetos.
Dança, música, literatura e viagens são a forma favorita de passar o tempo livre.