29 de maio de 2020 – Atribuído pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS), da Conferência Episcopal Portuguesa, em parceria com o Grupo Renascença Multimédia, o prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão é uma iniciativa da Igreja Católica em Portugal que distingue, anualmente, um trabalho jornalístico de temática religiosa e também órgãos de comunicação, pela sua longevidade.

O vencedor deste ano do Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão, para trabalhos jornalísticos, foi para a reportagem multimédia do Expresso “O adeus dos monges da Cartuxa”, onde é abordada a saída destes religiosos da clausura do país, em outubro de 2019. A reportagem é assinada pela jornalista Christiana Martins, com fotografia de António Pedro Ferreira e vídeo e edição de José Cedovim Pinto.

Já no que à longevidade diz respeito, coube ao Jornal da Beira (Diocese de Viseu) e ao Notícias da Covilhã (Diocese da Guarda) receber, a título honorífico, o Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão como forma de assinalar os aniversários ligados ao seu centenário de fundação. Também o programa “70×7”, da RTP foi reconhecido, a título honorífico, pelos seus 40 anos de emissão na RTP.

About Lúcia Pereira

Licenciada em Relações Internacionais, entrei para a Cision (então Memorandum) em fevereiro de 1998 para realizar um estágio profissional. Entre 1998 e 2009 desempenhei funções sobretudo na área do clipping e edição de texto (Departamento de Produção). Em 2009 fui convidada a ingressar no Departamento de Research e assim responder a um novo desafio e função na empresa - a de Media Researcher.
No meu tempo livre gosto de ir à praia, de caminhar e de séries cómicas, sobretudo gosto do humor inteligente onde a crítica e o elogio às diferentes áreas da sociedade é feito não só com o intuito de nos divertir mas sobretudo de nos fazer pensar "fora da caixa".