A audiência de Rádio, relativa ao período entre julho e setembro, registou uma ligeira subida, quando comparada com os valores de maio/junho, mas ainda abaixo dos números observados no mesmo período, em 2019, de acordo com o mais recente relatório Bareme 2020.

Nesta quarta vaga do Bareme 2020, a Comercial lidera, pela 14.ª vaga consecutiva, algo que se verifica desde janeiro de 2018. A rádio do Grupo Media Capital Rádios obteve uma Audiência Acumulada de Véspera (AAV) de 17,4%, que representa uma subida de 2,5 pontos percentuais (pp.) relativamente à terceira vaga, mas uma perda de 0,7 pp. relativamente ao período homólogo.

Na segunda posição mantém-se a RFM, que aumentou a sua AAV em 1,6 pp., passando dos 13,8% da terceira vaga, para os 15,4% nesta quarta vaga. À semelhança da Comercial, também a RFM perde terreno relativamente ao período homologo, vendo a sua AAV descer 2,6 pp. dos 18% verificados na terceira vaga de 2019.

Na terceira posição volta a surgir a M80, a rádio com o maior crescimento de audiências desta vaga. Se em maio e junho deste ano a sua AAV se fixou nos 6,6%, atualmente está nos 7,3%, um aumento de 0,7 pp. entre vagas e de 1,1 pp. relativamente ao período homólogo.

Na quarta posição volta a estar a Renascença, que cresce 0,8 pp. entre vagas, dos 5,6% para os 6,4%, e que verifica um aumento de 0,6 pp. relativamente à quarta vaga de 2019, onde se fixou nos 5,8% de AAV.

O TOP 5 encerra com a Antena 1, que verifica uma variação positiva de 0,3 pp., dos 4% da terceira vaga, para os 4,3% desta última análise. Comparando com o período homólogo, a rádio do Grupo RTP, que na quarta vaga de 2019 teve 4,9% de AAV, perde agora 0,6 pp..

Na sexta posição surgem, ex aequo, a Cidade FM e a TSF, ambas com 3% de AAV. Ainda assim, se para a Cidade FM isto significa um aumento de 0,5 pp. relativamente aos 2,5% verificados na última vaga, para a TSF significa uma perda de 0,1 pp.. Relativamente ao período homólogo ambas perdem, 0,7pp. e 0,2 pp, respetivamente.

Já a Mega Hits cresceu 0,2 pp. entre vagas, passando dos 2,5 para os 2,7% de AAV, embora perca 1,1 pp. relativamente ao período homólogo, quando verificou 3,8% de AAV.

A Antena 3 tem uma quebra ligeira de 0,1 pp. entre vagas, passando dos 1,5% para 1,4%, mas perde 0,9 pp. relativamente ao período homólogo, onde se fixou nos 2,3% de AAV.

A encerrar o TOP 10 temos a Smooth FM, com uma variação negativa de 0,2 pp. entre vagas, dos 0,9% para os 0,7%, e de 0,3 pp. entre períodos homólogos.

Nesta quarta vaga ainda são reportados dados referentes à Rádio SIM, entretanto descontinuada, mas que teve 0,7% de AAV entre julho e setembro desde ano.

No que diz respeito às audiências por grupos, a Media Capital Rádios volta a liderar, crescendo 2,7 pp. dos 22,8% de AAV verificados na terceira vaga, para os 25,5% atuais. Igualmente a crescer está o Grupo Renascença, que sobe 2,7 pp. entre vagas, cifrando se agora nos 24% de AAV. O Grupo RTP fecha o top igualmente a ganhar, crescendo 0,3 pp. entre os 5,7% verificados em Maio e Junho e os 6% atuais.

About Susana Fernandes

Media Researcher, Cision
Formada em Comunicação Organizacional, vesti a camisola da CISION em 2006, tendo tido a oportunidade de trabalhar em áreas tão distintas como as Análises de Media, as Análises de Social Media e, agora, o Media Research.
Adoro comunicar, pessoas do bem, gatinhos fofinhos - há outro tipo?! - e todos os momentos que consigo passar no meu tapete de Yoga, não necessariamente por esta ordem.