Prémios SAPO 2021, na área de Media Digital

A 20.ª edição dos Prémios SAPO, que visam destacar a criatividade e inovação do que de melhor se faz no mundo digital, teve lugar no dia 23 de setembro, onde foram conhecidos os vencedores desta edição.

Na área de Media Digital, destaque para o Público, enquanto vencedor da categoria Melhor estratégia para as Redes Sociais, o DN Madeira, premiado como Melhor órgão de informação regional ou local, Joana Marques, com Extremamente Desagradável, transmitido na Rádio Renascença, venceu o prémio Melhor Podcast e o Diário do Minho recebeu o prémio Melhor parceiro Sapo Voz.

Foram, também, premiados os trabalhos Monsanto. Um confinamento quieto que chega da aldeia (RTP), como Melhor inovação digital, 85 horas no Santa Maria (Observador), enquanto Melhor reportagem multimédia, Pandemia Clara (SAPO) ganhou o prémio Melhor artigo de serviço público e Da minha Janela (SAPO Viagens) venceu na categoria Melhor desenvolvimento de interação com a audiência.

 

Prémios SAPO 2021 – Media Digital

Melhor inovação digital
RTP / Monsanto. Um confinamento quieto que chega da aldeia
Melhor reportagem multimédia
Observador / 85 horas no Santa Maria
Melhor artigo de serviço público
SAPO / Pandemia Clara
Melhor órgão de informação regional ou local
DN Madeira
Melhor desenvolvimento de interação com a audiência
SAPO Viagens / Da minha Janela
Melhor estratégia para as Redes Sociais
Público
Melhor Podcast
Rádio Renascença / Extremamente Desagradável – Joana Marques
Melhor parceiro Sapo Voz
Diário do Minho

 

Noite da Má Língua está de volta, em podcast

Na noite das Eleições Autárquicas, no passado domingo, regressou o formato Noite da Má Língua, agora em podcast. Mantendo a moderação de Júlia Pinheiro, Manuel Serrão, Rita Blanco e Rui Zink voltam a juntar-se, para comentar e analisar os temas que marcam a atualidade.

O programa de destaque da SIC, emitido às quintas-feiras à noite, entre 1994 e 1997, contava inicialmente com os comentadores Miguel Esteves Cardoso, Luís Coimbra, entretanto substituído por Rita Blanco, Manuel Serrão e Rui Zink.

A Noite da Má Língua, agora sem o comentário de Miguel Esteves Cardoso, passa para as noites de segunda-feira, disponível em plataformas como Apple Podcasts, Spotify ou nos sites do Expresso e da SIC.

 

Quatro Editores Gerais na CNN Portugal

Pedro Pinheiro, José Carlos Araújo, Rui Loura e Paulo Magalhães são os nomes apresentados pela CNN Portugal, para a estrutura de comando do novo canal informativo, como editores gerais.

Para esta função, as novas contratações do grupo Media Capital são Pedro Pinheiro, que transita da TSF, onde desempenhou a função de diretor-executivo e Rui Loura, ex-jornalista da RTP, que esteve nos últimos anos ao serviço da SuperSport, a partir da África do Sul. José Carlos Araújo e Paulo Magalhães já faziam parte dos quadros do grupo.

Em comunicado, a CNN Portugal salientou que estes profissionais, “apresentam um currículo em que se destaca a sua vasta experiência no jornalismo, não apenas em televisão e não só em Portugal”, com a promessa de Nuno Santos, diretor geral do canal, de que para breve uma “mudança radical” na forma de fazer informação, em Portugal.

Os quatro editores juntam-se, assim, a Nuno Santos, Frederico Roque Pinho, diretor executivo com responsabilidade pela operação do canal de televisão, e a Pedro Santos Guerreiro, diretor executivo responsável pelo digital, na estrutura de liderança da CNN Portugal.

A CNN Portugal, recebeu nos últimos meses aproximadamente 4.200 candidaturas e o processo de recrutamento terminou em agosto.

Entre os novos colaboradores, constam jornalistas como Diana Bouça-Nova, da RTP1, Cátia Nobre, da CMTV e André Neto Oliveira, da Sport TV.

Cision com 15 nomeações nos Prémios AMEC 2021

A Association for the Measurement and Evaluation of Communication (AMEC) divulgou, ontem, a shortlist dos projetos nomeados para os Prémios AMEC 2021, os mais prestigiados prémios da indústria da medição e avaliação dos media, na Europa, para os quais a Cision soma 15 nomeações, reafirmando-se como líder dos candidatos a este prémio.

Entre as nomeações alcançadas pela Cision, com projetos com a Abode, CNBC, Coca-Cola, Mazda Motors, Marie Curie, Royal Caribbean, encontra-se um projeto desenvolvido com uma empresa portuguesa – a Galp, pelo trabalho “Camião da Esperança 2021. Um gesto muda tudo”, desenvolvido pela equipa de Insights portuguesa e que surge nomeado para duas categorias: “Melhor uso de medição para evento único ou campanha” e “Mais eficaz planeamento, pesquisa e avaliação em comunicações nos setores público e sem fins lucrativos”.

De acordo com Uriel Oliveira, Diretor de Operações da Cision, “Estas duas nomeações, para além de distinguirem um dos mais resilientes projetos de comunicação, em resposta a um contexto social complexo – como foi o do primeiro confinamento –, premeiam o trabalho da Cision e da Galp, no desenvolvimento de uma abordagem metodológica para avaliação de comunicação inovadora e focada na criação de valor”.

Os Prémios AMEC visam reconhecer e celebrar o trabalho e talento excecionais no âmbito da pesquisa, medição e avaliação de media, demonstrando importância destas áreas dentro do setor da comunicação e relações públicas. Os projetos vencedores de 2021 serão anunciados na cerimónia dos Prémios AMEC, que terá lugar em novembro.

A AMEC, que celebra este ano o 25.º aniversário, é a maior organização profissional de media intelligence e insights do mundo, representando empresas e profissionais que fornecem serviços de avaliação de media e pesquisa de comunicação. Atualmente, conta com mais de 150 membros, em mais de 80 países.

A shortlist dos nomeados aos Prémios AMEC 2021 está disponível aqui.

Ana Lourenço no Telejornal ao fim de semana

A jornalista Ana Lourenço será a nova apresentadora das edições de fim de semana do Telejornal, na RTP1, a partir de outubro. A atual apresentadora do 360º, da RTP3, programa informativo e de análise da atualidade, passará a conduzir o bloco noticioso, que pertencia, rotativamente, a João Adelino Faria e José Rodrigues dos Santos.

A informação foi avançada pela estação pública, a 16 de setembro, durante a apresentação da grelha para a próxima temporada.

Ana Lourenço iniciou a sua carreira jornalística nas rádios piratas, antes de chegar à TSF. Em 1994, estreou-se no Novo Jornal, da TVI e, em 2000, ingressou na SIC Notícias, onde foi pivô, até 2016. Em 2005, a Casa da Imprensa distinguiu-a como melhor apresentadora de televisão, prémio compartilhado com João Adelino Faria. Em janeiro de 2016 pede demissão da SIC e, em março do mesmo ano, entra para a RTP3, para integrar a equipa de apresentadores do canal, tornando-se, em abril, apresentadora do formato 360º. Foi, ainda, moderadora do programa Fronteiras XXI, do canal informativo da RTP.

Razão Automóvel vence Melhor Filme Jornalístico nos International Motor Film Awards

O portal informativo português Razão Automóvel, dedicado à indústria automóvel e carcultura, venceu a categoria de Melhor Filme Jornalístico, nos International Motor Film Awards 2021, o mais reconhecido prémio de cinematografia e televisão do setor automóvel.

Como mencionado pelo Razão Automóvel, “Inédito e histórico. Não só foi a a primeira vez que um órgão de comunicação social estrangeiro, e claro, português, foi escolhido pelo painel de jurados dos «Óscares dos Automóveis», como a consequente conquista do troféu, ao lado das melhores produções a nível mundial, foi motivo de enorme surpresa e satisfação.

Ao lado das melhores produções a nível mundial, o júri internacional, composto por alguns dos nomes mais relevantes do setor, anunciou, na semana passada, vencedor da edição de 2021 o vídeo com o Toyota GR Yaris, na categoria reservada aos órgãos de comunicação social.

 

https://youtu.be/4KsXlhd09BE