Ana Dias na administração da Cofina

Ana Dias assumiu, ontem, funções como administradora executiva da Cofina Media, enquanto membro da comissão executiva, responsável ao nível das direções financeira, de recursos humanos, dos sistemas de informação e da Grafedisport.

O anúncio surge após a renúncia ao cargo de vogal do conselho de administração da sociedade, apresentada pela administradora Alda Delgado, há mais de 20 anos ligada à empresa proprietária do Correio da Manhã. O administrador Luís Santana também apresentou renuncia ao cargo, mas “manter-se-á em funções no Conselho de Administração da Cofina Media, S.A. e das demais subsidiárias“.

Ana Dias tem experiência de gestão em consultoria estratégica, telecomunicações e serviços. Nos últimos três anos foi administradora da RTP, responsável pelo pelouro financeiro, cargo a que renunciou no passado mês de julho.

João Paulo Sousa substitui Rui Maria Pêgo na Rádio Comercial

João Paulo Sousa passa a integrar a equipa da Rádio Comercial, onde se junta a Ana Martins, para dar seguimento à apresentação de Era o que faltava. O programa de entrevistas regressa à antena no dia 20 de setembro, no horário habitual, de segunda a sexta-feira, às 20h.

O anúncio, feito pela estação, surge no seguimento da saída do apresentador Rui Maria Pêgo, para estudar teatro, em Inglaterra.

João Paulo Sousa estava na Cidade FM desde 2018, onde apresentava Já são horas e Toque de saída. De acordo com o próprio: “Chegou a hora, vou fazer parte da incrível equipa da Rádio Comercial! Estou muito feliz de estar na rádio mais ouvida do país e de poder ‘tocar’ na vida de tanta gente! Vou concretizar esta vontade que já vivia dentro de mim com a promessa de arrancar muitos sorrisos ‘em casa, no carro e em todo o lado’”.

Nas palavras de Pedro Ribeiro, diretor da Rádio Comercial: “Cada rentrée pressupõe um novo começo, uma renovação. É isso que vamos fazer, indo buscar o João Paulo Sousa. O João Paulo é um enorme talento da nova geração de comunicadores, muito versátil, apaixonado pela rádio e pelo formato do ‘Era o que Faltava’. Tenho a certeza que vai funcionar muito bem com a Ana Martins, e assim a Comercial assegura a continuidade desta marca distintiva de ter um grande programa diário de entrevistas, às 20h, para manter assim a liderança nesse horário“.

Governo Sombra com novo nome

Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer é a designação agora adotada pelo formato e equipa do Governo Sombra, que sai da programação da TSF, mas continua a ser emitido na SIC Notícias e passa a estar disponível, como podcast, do Expresso.

A alteração do nome foi comunicada pelo jornalista e moderador, Carlos Vaz Marques, nas redes sociais e surge no seguimento da sua saída da Rádio TSF, propriedade do Grupo Media Capital, detentor da marca Governo Sombra. O programa estreou nesta Rádio, em outubro de 2008, na sequência de uma proposta de Carlos Vaz Marques.

Após a pausa habitual durante o mês de agosto, o programa regressa esta sexta-feira e conta, como habitualmente, com os comentários de João Miguel Tavares, Pedro Mexia e Ricardo Araújo Pereira e com a moderação de Carlos Vaz Marques.

Lusa e Social Data Lab com portal dedicado às Autárquicas

A agência Lusa e a Social Data Lab lançaram, esta segunda-feira, uma plataforma online dedicada às eleições autárquicas, com dados relativos a candidatos, mandatos, dados demográficos e económicos dos 308 concelho e onde será possível acompanhar e analisar resultados, em tempo real, a partir das 20h do dia do sufrágio, a 26 de setembro.

O site, disponível em https://www.eyedata.pt/eleicoes/autarquicas2021.html, apresentará dados sobre os resultados dos partidos, coligações e movimentos independentes, número de câmaras conquistadas e comparação com os resultados de 2017, número de eleitores, votos brancos e nulos.

A plataforma permitirá, ainda, relacionar resultados com dezenas de variáveis, como Covid-19, Ambiente e Sustentabilidade; Demografia; Economia e Trabalho; Educação, Ciência e Tecnologia; Política e Sociedade, aos níveis nacional ou concelhio.

Dados sobre os concelhos com os melhores ou os piores resultados, por partido, com maior ou com menor taxa de abstenção, os municípios que registam maior diferença entre o vencedor e o segundo classificado ou os concelhos com diferentes vencedores da câmara e da assembleia municipal serão facultados na secção de Curiosidades.

Temas da União Europeia na Cidade FM

Em parceria com o Parlamento Europeu, a Cidade FM associou-se à Escola de Verão da Comissão Europeia, o SummerCEmp, para despertar os mais jovens para os temas relacionados com a Europa e os seus Estados-membros.

O SummerCEmp decorre, este ano, em Alcoutim, entre amanhã e 30 de agosto, com a presença da estação de Rádio.

De acordo com Nuno Castilho de Matos, diretor de informação da Media Capital Rádios, o objetivo é “informar e mostrar aos jovens que há muitas e variadas oportunidades dentro do espaço europeu, que muitas vezes passam ao lado, e sobretudo pô-los a pensar sobre o que está bem e o que está mal dentro da União Europeia.”

No domingo, dia 29 de agosto, a animadora Laura Ferreira irá apresentar o evento Speed-debating com eurodeputados, com conversas simultâneas e rotativas entre um eurodeputado e um grupo de jovens participantes do evento.

Entre os dias 30 de agosto e 1 de outubro, o programa Toque de Saída, contará com a rubrica diária Pelos Caminhos da Europa, com o intuito de responder a dúvidas e informar os ouvintes sobre iniciativas e políticas do Parlamento Europeu, conduzido pelo jornalista Paulo Alexandre Santos, em conjunto com os animadores Tecas, João Paulo Sousa, Artur Simões e Diogo Sena.

O projeto é alargado ao site e às redes sociais da Cidade FM, onde, de 15 de setembro a 31 de outubro, serão divulgados vídeos semanais, com a participação de eurodeputados portugueses.

Nuno Castilho de Matos indica, também, que a Rádio Comercial irá fazer a cobertura do SummerCEmp, como tem acontecido nas últimas edições.

Tempo de Antena no Notícias de Coimbra

O jornal digital Notícias de Coimbra (NDC) vai disponibilizar “tempo de antena” aos 8 candidatos que concorrem às eleições autárquicas do município de Coimbra, que têm lugar a 26 de setembro. Existe, ainda, a possibilidade de alargar a iniciativa aos 19 concelhos da região de Coimbra.

O NDC irá montar um púlpito em locais públicos do concelho, para que os intervenientes possam apresentar os seus programas para os próximos 4 anos, dando assim voz e imagem a todos os protagonistas“, indica o jornal.

A emissão, em direto, será transmitida no Facebook e no site do NDC. Cada candidatura terá direito a 5 minutos por dia.

Na divulgação da iniciativa, o NDC alerta, ainda, para o facto de a “legislação sobre o denominado “tempo de antena”, apenas disponível em rádios locais, não ter acompanhado a evolução do país e do mundo, ignorando que o universo da comunicação social é cada vez mais multimédia“, lembrando que em 7 dos 19 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra não existe radiodifusão local.

 

 

Fonte das imagens: Site Notícias de Coimbra