No passado dia 23, teve início o segundo curso online, Cidadão Ciberinformado, lançado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), em parceria com a agência Lusa, com o objetivo principal de identificar a veracidade das informações publicadas online.

Entender o que são as fake news, como surgiram, como se propagam, porquê e como combatê-las e o papel do jornalismo na luta contra a desinformação são, ainda, temas-chave do curso, com carga horária aproximada de 3h.

O estudo recente da CISION sobre O Estado dos Media, onde foram entrevistados mais de 3.200 jornalistas, de 15 países da América do Norte e do Sul, da Europa e da Ásia, indica que a desconfiança nos meios de comunicação social está a diminuir, aos olhos dos jornalistas. Pelo quarto ano consecutivo, os inquiridos consideram haver uma diminuição da desconfiança do público em relação aos media, com 59% dos inquiridos a considerar que o público desconfia dos conteúdos mediáticos, face aos 63%, em 2019, 71%, em 2018 e 91%, em 2017.

Em contrapartida, o estudo Digital News Report 2020 da Reuters, relativo a Portugal e realizado junto da população geral, indica que Portugal, em ex aequo com a Finlândia, tem o índice mais alto, 56%, de confiança nas notícias em geral. Contudo, de acordo com os estudos anteriores da Reuters, este valor tem diminuído nos últimos anos, sendo de 62%, em 2018 e 58%, em 2019. Já a confiança nas notícias das redes sociais, em Portugal, em 2020, é de 28%.

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal
Coordenadora do departamento responsável pela recolha e análise de dados sobre Meios de Comunicação Social (nacionais e internacionais) e Influenciadores (produtores de conteúdos editoriais e influenciadores digitais).
Responsável pelos relatórios anuais do Panorama dos Media e Embaixadora da Cultura e Eventos da Cision Portugal.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, ávida por aprender, sejam idiomas ou a utilização de novas ferramentas e funcionalidades, às quais se dedica afincadamente, com vista a acelerar procedimentos. Autodidata, sempre que necessário.
Não concebe um dia bem passado sem dança, música, literatura ou viagens. Sorridente.