Depois de 20 anos ao serviço da TVI, Ana Leal anunciou, na passada sexta-feira, a sua saída da estação de Queluz de Baixo.

A jornalista partilhou esta novidade com os seus seguidores das redes sociais numa publicação emocionada, em que faz um apanhado das experiências e emoções vividas na TVI e onde agradece a muitos dos seus colegas que a acompanharam nesta jornada.

“20 Anos de TVI que chegaram ao fim. Moro num livro envelhecido pelo tempo. Hoje abri esse livro. As imagens sucedem-se. São a minha existência. O que vi. O que senti. O que ninguém poderá contar por mim. Nomes. Lugares. Pessoas. Rostos. Expressões. Montanhas. Vales. Cores. Cheiros. Medo. Esperança. Memórias. O que nunca me conseguirão tirar porque fui eu que escrevi essas linhas. Hoje chorei. Amanhã será outro dia.”

“A todos quero agradecer a fase mais feliz da minha vida enquanto jornalista. Foram momentos de prazer e de dever cumprido. Durante o programa Ana Leal emitimos cerca de 100 reportagens de investigação, que incomodaram poderes instalados e pessoas que se julgavam intocáveis. Voltaria a fazer tudo da mesma forma, com o orgulho de quem não se verga a nenhum tipo de pressão”.

Importa recordar que, no passado dia 26 de maio, Ana Leal foi alvo de um processo disciplinar pela divulgação, ao conselho de redação, de emails que trocou com a direção da informação da TVI, fruto de divergências internas acerca da emissão de reportagens. Em causa esteve a suspensão do programa “Ana Leal”, alvo de críticas por parte dos jornalistas que integravam a equipa do programa.

Já em 2013 a jornalista havia sido suspensa, após ter feito uma participação, também ao conselho de redação, contra uma notícia sua retirada do alinhamento do Jornal das 8.

Ainda assim, segundo Helena Forjaz, diretora da Comunicação da Media Capital, Ana Leal “sai de comum acordo com a TVI”.

Tags: ,

About Susana Fernandes

Media Researcher, Cision
Formada em Comunicação Organizacional, vesti a camisola da CISION em 2006, tendo tido a oportunidade de trabalhar em áreas tão distintas como as Análises de Media, as Análises de Social Media e, agora, o Media Research.
Adoro comunicar, pessoas do bem, gatinhos fofinhos - há outro tipo?! - e todos os momentos que consigo passar no meu tapete de Yoga, não necessariamente por esta ordem.