Top 10 Circulação paga
2º Trimestre 2020 (APCT)

Entre abril e junho deste ano de confinamento, as vendas da circulação impressa registaram uma variação homóloga negativa de 28,92%, enquanto a circulação digital registou uma subida de 49,88%, tendo o seu peso no total de vendas praticamente duplicado para os 13,35%.

De acordo com o mais recente boletim da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação (APCT), relativo ao segundo trimestre de 2020, 4 dos 68 meios auditados apresentam maior número de vendas digitais do que impressas: o Jornal Económico (90,08%), Público (73,28%), Negócios (65,37%) e Diário de Notícias (61,47%). Em contrapartida, verificam-se, ainda, 14 publicações (20,59%) sem circulação digital, constando duas dos dez meios mais vendidos: Continente Magazine e Happy Woman.

As dez publicações auditadas mais vendidas, neste período, foram o Expresso, Maria, Correio da Manhã, Continente Magazine, Público, TV 7 Dias, Nova Gente, Happy Woman, TV Guia e Jornal de Notícias. Assim, comparativamente ao primeiro trimestre, cuja análise CISION pode encontrar aqui, a Continente Magazine cai da 2.ª para a 4.ª posição, o Público sobe do 9.º para o 5.º lugar, a TV Mais, em 8.º, destrona a Sábado, que passou a ocupar a 12.ª posição, atrás da Visão e o Jornal de Notícias cai do 8.º para 10.º lugar.

No total de meios auditados, 8 publicações revelaram uma subida do total de circulação, impressa e digital, quando comparadas ao 1.º trimestre do ano: Diário de Notícias (34,56%), Revista Ler (12,41%), Expresso (11,30%), Público (7,59%), Visão (1,78%), Selecções do Reader’s Digest (1,31%), Jornal de Letras, Artes & Ideias (0,57%). Se compararmos com o período homólogo de 2019, o número baixa para 5: Público (34,71%), Expresso (18,37%), Jornal Económico (9,96%), Diário de Notícias (9,68%) e Jornal de Letras, Artes & Ideias (5,53%).

Entre abril e junho, a média de exemplares vendidos por edição desceu 23,55%, por comparação ao mesmo período em 2019, o que representa uma queda de 290.309 exemplares.

Esta análise CISION teve por base as publicações auditadas pela APCT, com valores de circulação superiores a 1, presentes no segundo bimestre de 2020 e 2019.

Fonte de dados: APCT

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal
Coordenadora do departamento responsável pela recolha e análise de dados sobre Meios de Comunicação Social (nacionais e internacionais) e Influenciadores (produtores de conteúdos editoriais e influenciadores digitais).
Responsável pelos relatórios anuais do Panorama dos Media e Embaixadora da Cultura e Eventos da Cision Portugal.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, ávida por aprender, sejam idiomas ou a utilização de novas ferramentas e funcionalidades, às quais se dedica afincadamente, com vista a acelerar procedimentos. Autodidata, sempre que necessário.
Não concebe um dia bem passado sem dança, música, literatura ou viagens. Sorridente.