Na passada 3ª feira, 6 de outubro, a SIC completou o seu 28º aniversário.

Em dia de comemoração, inaugurou o novo cenário do programa Casa Feliz que, além da uma nova entrada e de uma sala completamente renovada, foi alvo de alterações na cozinha e no espaço da Análise Criminal. Os anfitriões Diana Chaves e João Baião abriram as portas da sua nova casa e receberam várias caras conhecidos da estação, como João Manzarra, José Figueiras,  Fernando Rocha, Ana Marques, Liliana Campos, Cláudia Borges, Iva Lamarão, Carolina Patrocínio, entre muitas outras.

Esta inauguração foi vista por 329 361 telespectadores, o que resultou num rating de 3,40%, ultrapassando em 0,41 pontos percentuais (pp.) o Você na TV, da TVI, que garantiu 290 399 telespectadores, com um rating de 2,99%, e em 1,35 pp. o Praça da Alegria, da RTP1, que teve 198 685 telespectadores e um rating de 2,05%. “Em dia de aniversário da SIC, a ‘Casa Feliz’ foi renovada e liderou com 21.5% de share. Parabéns também a si, por nos acompanhar todos os dias”, comemorou a SIC, no seu Instagram

No bloco da tarde, o programa Júlia continuou em espírito de celebração, não só pelo aniversário da SIC, mas também pelo 58º aniversário de Júlia Pinheiro, e contou com uma entrevista a Bárbara Guimarães, uma apresentadora intimamente ligada ao canal de Carnaxide. Tal como havia acontecido no período da manhã, a SIC voltou a vencer as audiências. O programa Júlia foi visto por 379 150 telespetadores, com um rating de 3,92%, ultrapassando em 1,16 pp. o A Tarde é Sua, da TVI, que garantiu 266 997 telespetadores e um rating de 2,76%, e em 1,74 pp. o A Nossa Tarde, da RTP 1, que contou com 210 676 telespetadores e um rating de 2,18%.

No período da noite, a SIC contou com a sua última grande contratação, Bruno Nogueira, em entrevista no Jornal da Noite. No que concerne aos blocos informativos da noite, a SIC voltou posicionar-se na liderança. O Jornal da Noite foi visto por 1 084 642 telespetadores, com um rating de 11,2%, ultrapassando em 2,1 pp. o Jornal das 8, da TVI, e o Telejornal, da RTP, ambos com 9,1% de rating.

No final de setembro, a poucos dias do seu 28º aniversário, a SIC completou 20 meses seguidos como líder de audiências entre os canais abertos. Ainda assim, a TVI conseguiu o seu melhor resultado em 2020.

O dia de aniversário da SIC não se fez apenas de novos cenários e de caras conhecidas da estação. O canal aproveitou este dia especial para apresentar um novo projeto, a sua nova plataforma de streaming OPTO, uma aposta da marca no digital, que estará disponível em telemóvel, tablet e SMART TV. “Hoje damos mais um passo nesse caminho, através do lançamento de uma nova plataforma que revolucionará o panorama dos média em Portugal e, mais importante, constituirá uma nova forma do nosso público poder aceder aos melhores conteúdos audiovisuais portugueses”, adiantou o administrador-geral, Francisco Pedro Balsemão. Esta plataforma, cujo lançamento está previsto para novembro, é apresentada sob o slogan “Por uma nova forma de ver a SIC” e promete trazer “informação à medida, conteúdo exclusivo, disponível em todo o lado”. Segundo informações avançadas pela SIC Notícias, a OPTO “Vai ter conteúdos que já passaram em televisão e outros exclusivos, desde novelas, séries, documentários e até noticiários – os “jornais à sua medida” de 10, 15 ou 20 minutos, apresentados todos os dias pelos pivots do Primeiro Jornal e Jornal da Noite da SIC. A plataforma vai permitir ainda ver os episódios das novelas um dia antes de serem transmitidos em televisão e permite aceder à programação dos últimos 30 dias, ao contrário do que acontece com as “box” da televisão por cabo, que apenas deixam puxar sete dias para trás. Vai também ser possível assistir à emissão, em direto, da SIC generalista e, no estrangeiro, também à da SIC Notícias.”

Tendo como premissa esta aposta da SIC no digital, aproveitámos a oportunidade para analisar a expressão e a influência dos três principais canais e dos seus canais informativos nas redes sociais. Analisando isoladamente, por rede social, a SIC e SIC Notícias levam a dianteira no Facebook, com um total de 2 763 025 de seguidores, seguidas pela TVI e TVI24, com 2 506 132 de seguidores, e pela RTP, que não tem uma página dedicada à RTP3, mas sim uma página intitulada RTP Notícias, cujo somatório resulta em 907 916 seguidores. No Twitter, a RTP, entre as contas RTP, RTP1 e RTP Notícias, ganha vantagem, com 1 054 662 seguidores, seguida pela SIC e SIC Notícias, com 736253 seguidores e pela TVI e TVI 24, com 323604 seguidores. No Instagram a TVI e TVI 24 lideram, com um total de 769 250 seguidores, seguidas pela SIC e SIC Notícias, com 675 768 seguidores, e pela RTP e RTP Notícias, com um total de 148 063 seguidores. No que diz respeito ao Youtube, apenas a TVI e RTP têm presença nesta rede social, sendo que a TVI, com as contas TVI e TVI 24, lidera com 1 772 000 seguidores, seguida da RTP que, com apenas uma conta, reúne 473 000 seguidores. No somatório de todos os canais em todas as redes, a liderança fica com a TVI, com um total de 5 370 986 seguidores, seguida pela SIC, com 4 175 046 seguidores, e pela RTP, com 2 583 641 seguidores nas redes sociais. Este top mantém-se quando analisamos o somatório de seguidores das redes sociais apenas dos canais generalistas, onde a TVI reúne 3 655 657 seguidores, a SIC 1 391 262 e a RTP 1 224 084. Lembramos que, entre o números de seguidores apresentados, há internautas duplicados, que seguem diversas redes sociais do mesmo canal ou mesmo de canais distintos.

Este dia de aniversário ficou igualmente marcado pelas mensagens de parabéns deixadas por diversos profissionais de comunicação que trabalham na SIC ou que, nestes 28 anos, passaram pelo canal. Cláudio Ramos, agora na TVI, partilhou no seu Instagram uma foto sua, de há 20 anos, quando, com apenas 18 anos de idade, se estrou na SIC. Também Maria Botelho Moniz, Nuno Santos, Cristina Ferreira, Catarina Furtado, Fátima Lopes e Daniel Oliveira, Diretor Geral de Entretenimento e de Programas da SIC, aproveitaram a efeméride para parabenizar o canal neste dia especial.

About Susana Fernandes

Media Researcher, Cision
Formada em Comunicação Organizacional, vesti a camisola da CISION em 2006, tendo tido a oportunidade de trabalhar em áreas tão distintas como as Análises de Media, as Análises de Social Media e, agora, o Media Research.
Adoro comunicar, pessoas do bem, gatinhos fofinhos - há outro tipo?! - e todos os momentos que consigo passar no meu tapete de Yoga, não necessariamente por esta ordem.