Estão apurados os 18 finalistas da 4ª edição do Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa, organizado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, no âmbito do respeito pela liberdade e o pluralismo da comunicação social.

Com um recorde de 93 candidaturas de jornalistas e estudantes de todo o país, foram recebidos 31 trabalhos para a categoria «Estudante», 16 para a categoria «Regional» e 46 para a categoria «Nacional».

Eleições europeias, proteção do ambiente, Brexit, direitos de autor, migração e integração, programas de intercâmbio, aumento de movimentos populistas e de extrema-direita, proteção de direitos fundamentais e cultura foram os temas abordados nas peças a concurso.

Este Prémio, para além de distinguir jornalistas e a estudantes do ensino superior de cursos de jornalismo ou comunicação social que tenham contribuído para a clarificação de questões importantes a nível europeu ou que tenham promovido um melhor conhecimento das instituições ou políticas da União Europeia em Portugal, visa homenagear o jornalista Fernando de Sousa, falecido a 9 de outubro de 2014.

Fernando Marcos Barbosa Rodrigues de Sousa nasceu em Lisboa a 16 de Fevereiro de 1949. Começou a sua carreira na Rádio Renascença em 1975. Na década de 1980 esteve em Londres, na BBC e foi correspondente do Diário de Notícias e do extinto O Comércio do Porto, a partir daquela cidade. Em 2006 recebeu a comenda da Ordem do Infante D. Henrique. Especialista em Assuntos Europeus, foi correspondente em Londres, na Alemanha e em Bruxelas (onde vivia desde 1990), tendo sido o jornalista português que mais cimeiras europeias acompanhou. Foi também co-apresentador dos programas “Europa XXI” e “Os Europeus”, transmitidos na SIC Notícias.

Os vencedores, um por categoria, serão anunciados, como previsto no regulamento, até ao fim de 2020.

Consulte aqui a lista de finalistas nomeados.

About Lúcia Pereira

Licenciada em Relações Internacionais, entrei para a Cision (então Memorandum) em fevereiro de 1998 para realizar um estágio profissional. Entre 1998 e 2009 desempenhei funções sobretudo na área do clipping e edição de texto (Departamento de Produção). Em 2009 fui convidada a ingressar no Departamento de Research e assim responder a um novo desafio e função na empresa - a de Media Researcher.
No meu tempo livre gosto de ir à praia, de caminhar e de séries cómicas, sobretudo gosto do humor inteligente onde a crítica e o elogio às diferentes áreas da sociedade é feito não só com o intuito de nos divertir mas sobretudo de nos fazer pensar "fora da caixa".