Na passada terça-feira, decorreu a assembleia-geral (AG) de acionistas da Media Capital, na qual foram designados para o conselho de administração, por unanimidade, Mário Ferreira (Douro Azul), como presidente, Paulo Gaspar (Lusiaves), como vice-presidente e Cristina Ferreira (diretora de entretenimento e ficção da TVI), Avelino Gaspar (Lusiaves), João Serrenho (CIN), Luís Cunha Velho, Miguel Osório (Biz Partners), Paula Ferreira (Pluris Investments) e Rui Freitas (Zenithodyssey), enquanto vogais do conselho de administração.

A AG teve lugar, apesar da deliberação contrária da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), apresentada na véspera, que alertava que as decisões resultantes desta assembleia poderiam ser nulas, dado o processo de contraordenação e as dúvidas existentes sobre a validade da atual titularidade das ações da Media Capital, já que a ERC pretende clarificar se o empresário exercia controlo efetivo sobre a empresa, desde maio. Após a AG, em conferência de imprensa, Mário Ferreira considerou “muito grave” a deliberação da ERC, indicando que esta pode colocar em causa a “sobrevivência da TVI”.

Uma vez que a Comissão do Mercado de Valores de Mobiliários (CMVM) considerou ter existido concertação entre Mário Ferreira e a Prisa na compra da Media Capital, a Pluris, detida por Mário Ferreira, viu-se forçada a lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) obrigatória, nesta quarta-feira.

A oferta, que consta do anúncio preliminar, é de 0,67€ por ação, acima dos 0,4111€, pelos quais Mário Ferreira comprou 30,22% da Media Capital à Prisa, num total de 10,5 milhões de euros. Com esta oferta, Mário Ferreira poderá ter de gastar 39,5 milhões de euros, se os restantes acionistas, titulares de 69,78% do capital, aceitarem a proposta.

De recordar que, em setembro, a Cofina fez uma oferta de 0,415€ por cada ação da Media Capital. O grupo que detém o Correio da Manhã anunciou, esta semana, que “enquanto oferente na oferta pública de aquisição (OPA) em curso, continua disponível para fazer parte de uma solução de viabilidade e crescimento da Media Capital”.

A Media Capital, proprietária da TVI e das Rádios Comercial, M80, Smooth e Cidade FM, tem como acionistas a Pluris Investments (30,22%), Triun (23%), Biz Partners (11,97%), CIN (11,20%), Zenithodyssey (10%), Fitas & Essências (3%), DoCasal Investimentos (2,5%) e o NCG Banco (5,05%).

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal
Coordenadora do departamento responsável pela recolha e análise de dados sobre Meios de Comunicação Social (nacionais e internacionais) e Influenciadores (produtores de conteúdos editoriais e influenciadores digitais).
Responsável pelos relatórios anuais do Panorama dos Media e Embaixadora da Cultura e Eventos da Cision Portugal.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, ávida por aprender, sejam idiomas ou a utilização de novas ferramentas e funcionalidades, às quais se dedica afincadamente, com vista a acelerar procedimentos. Autodidata, sempre que necessário.
Não concebe um dia bem passado sem dança, música, literatura ou viagens. Sorridente.