Imagem: Matt Botsford

A reportagem Dropshipping: Estes produtos “portugueses” afinal vinham da China foi o trabalho vencedor do “Prémio Jornalismo que Marca”, atribuído pela Centromarca – Associação Portuguesa de Empresas de Produtos de Marca à jornalista da Rádio Renascença Inês Rocha.

O trabalho sobre este modelo de negócio, através do qual uma mercadoria é enviada diretamente do armazém do fornecedor para o cliente, apresenta casos de empresas que anunciavam produtos como sendo portugueses, mas que eram afinal provenientes da China e sem qualidade.

Para o diretor-geral da Centromarca, Pedro Pimentel: “Além de revelar riqueza de detalhes e criatividade na abordagem ao tema, a peça também nos permite notar a confiança que o consumidor demonstra em relação às marcas portuguesas, levando-o a adquirir determinados produtos sem duvidar da origem nem da qualidade”.

O “Prémio Jornalismo que Marca”, no valor de 2.500 euros, destina-se “a distinguir os trabalhos jornalísticos na área da Marca e a contribuir para a dinamização do trabalho jornalístico dedicado a esta temática”, de acordo com a Associação Portuguesa de Empresas de Produtos de Marca.

A jornalista da Rádio Renascença Inês Rocha foi a vencedora da terceira edição, tendo sido anunciada no passado dia 26 de abril, data em que se assinala o Dia da Propriedade Intelectual.

About Patrícia Troca

Apaixonada por Jornalismo, mas rendida ao destino em outras áreas da Comunicação e Relações Públicas. Sou feliz a escrever e a dar voz à ambição das pessoas com quem trabalho, cujos objetivos sempre me apaixonam. Para mim, Comunicar é um Fado.