April 01, 2021 / in Media / by Patrícia Troca

Tendo em conta o impacto da pandemia e usufruindo do potencial da tecnologia disponível atualmente, o Grupo Bertrand Círculo, detentor do Círculo de Leitores, anunciou a sua aposta na digitalização do título.

Em comunicado, o grupo editorial explicita que, em resposta às mudanças de paradigma verificadas no setor e à quebra de vendas “em resultado de todas as restrições impostas ao retalho livreiro”, devido à pandemia da COVID-19, o Círculo de Leitores “vê-se forçado a promover, desde já, uma alteração estrutural do seu modelo de operação, recorrendo à digitalização dos seus suportes de comunicação e de divulgação, nomeadamente da icónica revista Círculo de Leitores, bem como a uma aposta reforçada nas redes sociais e na venda online“.

Justificando a decisão, aponta-se, no mesmo documento, os “índices de leitura tradicionalmente baixos, o aumento do ritmo de vida, a diminuição do tempo que as famílias passam em casa e, mais recentemente, a modificação estrutural nos padrões de consumo de conteúdos, forçando a uma redefinição dos modelos de negócio alicerçados na proximidade e na recomendação”.

Tendo iniciado a atividade em 1971, o Círculo de Leitores completa este ano meio século no mercado.

Fonte da imagem: Site do Grupo Bertrand Círculo

Publicações mais recentes

Tópicos do Blogue Cision

  • Notícias de Produtos Cision

    Esteja a par de tudo na Cision. Consulte aqui as notícias atualizadas sobre produtos.

  • Melhores Práticas de Comunicação

    Receba as últimas atualizações sobre relações públicas, comunicação e melhores práticas de marketing.

  • Tendências

    Acompanhe as tendências de relações públicas mais atuais.

  • Blog dos Media

    Um blogue para e sobre os Media com tendências, dicas, ferramentas, movimentações nos Media e muito mais.

About Patrícia Troca

Apaixonada por Jornalismo, mas rendida ao destino em outras áreas da Comunicação e Relações Públicas. Sou feliz a escrever e a dar voz à ambição das pessoas com quem trabalho, cujos objetivos sempre me apaixonam. Para mim, Comunicar é um Fado.