Após um ano como CEO da Media Capital, Luís Cabral renunciou ao cargo, esta quinta-feira, sendo substituído pelo, até agora, administrador não executivo do conselho de administração, Manuel Alves Monteiro.

A informação foi divulgada pelo grupo, detentor dos canais TVI, das rádios Comercial (líder de audiências), M80, Smooth FM e Cidade FM e dos portais online IOL, Mais Futebol e AutoPortal, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), onde, ainda, “regista com profundo reconhecimento o contributo e reconhecida competência com que Luís Cabral serviu a Sociedade, em diferentes áreas de negócio e em diferentes funções”.

Nas duas últimas semanas, foram anunciadas, também, as saídas do diretor de informação da TVI, Sérgio Figueiredo, e da jornalista deste canal, Ana Leal.

Em finais de abril, 30% da Media Capital foi adquirida pela Pluris, do empresário Mário Ferreira.
De recordar que, em junho de 2018, a Prisa tornou oficial a falha de venda da Media Capital à Altice e, em fevereiro de 2019 – um mês após a transferência de Cristina Ferreira para a SIC, que coincidiu com a diminuição de audiências da TVI – era noticiada a falta de interesse, por parte da Cofina e da Record TV, na aquisição da Media Capital. Ainda no decorrer de 2019, a Cofina voltou a considerar esta aquisição, estando no horizonte o fecho do negócio, mas, já em março de 2020, a Cofina abandonou o processo, após ter falhado a operação de aumento de capital, por três milhões de euros.​ Em 2019, a Media Capital encerrou o ano com prejuízos de 54,7 milhões de euros.​

Crédito da imagem: Paula Nunes/Eco

About Ana Faustino

Research Team Leader da Cision Portugal
Coordenadora do departamento responsável pela recolha e análise de dados sobre Meios de Comunicação Social (nacionais e internacionais) e Influenciadores (produtores de conteúdos editoriais e influenciadores digitais).
Responsável pelos relatórios anuais do Panorama dos Media e Embaixadora da Cultura e Eventos da Cision Portugal.
Licenciada em Comunicação Social, trabalha em media intelligence, desde 2015.
Gosta de novos desafios, ávida por aprender, sejam idiomas ou a utilização de novas ferramentas e funcionalidades, às quais se dedica afincadamente, com vista a acelerar procedimentos. Autodidata, sempre que necessário.
Não concebe um dia bem passado sem dança, música, literatura ou viagens. Sorridente.